Foto: 5 dicas para criar animais de estimação em apartamento

Categorias: Sem categoria,

5 dicas para criar animais de estimação em apartamento

Postado por • 23 março 2017

No Brasil, quase todas as famílias possuem algum animal de estimação, e a maioria delas acaba tendo que se mudar para um apartamento em algum momento da vida. Entretanto, essa é uma questão que acaba trazendo alguns inconvenientes, já que nem todos os animais se comportam da maneira adequada para viver em um apartamento.

Você provavelmente já deve ter vivenciado ou ouvido algum amigo testemunhar alguma situação em que o bichinho de estimação saiu do controle, latiu muito ou causou algum incômodo a alguém. Pois saiba que essas situações podem ser controladas.

Para evitar aborrecimentos com os vizinhos, separamos algumas dicas bem valiosas para que você aprenda como criar animais de estimação em apartamento. Curioso? Continue lendo!

1. Escolha o animal e a raça adequados

Quando pensamos em criar animais de estimação em apartamento, devemos ter em mente que existem os animais e as raças mais adequadas para morar nesse tipo de ambiente. Esses animais já possuem um comportamento típico e são os mais indicados para viver em espaços menores e se comportarem da maneira esperada.

Podemos citar como exemplo o gato, que é um animal que se adapta facilmente a locais menores e não faz barulho. Mas, se você prefere os cachorros, precisa saber que eles são mais agitados e que a maioria das raças late muito, o que pode incomodar os vizinhos.

Entretanto, algumas raças de cachorro são mais silenciosas e de porte menor, o que facilita a adaptação ao espaço reduzido dos apartamentos. Podemos citar como exemplo o pug, o shih-tzu, o yorkshire e o buldogue francês.

2. Evite deixar o seu bichinho muito tempo sozinho no apartamento

Essa não é uma dica apenas para evitar incômodos, mas para não deixar o seu bichinho triste nem carente. Animais de estimação — principalmente os cachorros — são extremamente apegados aos seus donos e podem até adoecer caso passem muito tempo sozinhos no apartamento.

Vale lembrar também que, quando ficam muito tempo sem companhia, os animais tendem a buscar algo para tirá-los do tédio e podem danificar algum móvel ou objeto da casa. E você não pode ficar bravo com ele, afinal, foi você quem o deixou sozinho o dia todo, certo?

3. Passeie sempre com o seu animal de estimação

Essa dica complementa a anterior. Como dissemos, os animais ficam entediados facilmente. Por esse motivo, saia com ele para passear sempre. Isso fará com que ele se divirta, evitando que o bichinho fique com muita energia acumulada e gaste-a latindo no apartamento ou fazendo bagunça.

4. Separe um espaço do apartamento para ser o cantinho do animal

Assim como nós temos o nosso quarto como local de refúgio e de descanso, os animais também necessitam dessa individualização. Gatos e cachorros são muito territoriais e precisam ter algum espaço que identifiquem como sendo deles.

Os bichinhos sabem qual é o seu lugar na casa, e é nesse espaço que eles descansarão na caminha e se alimentarão sempre que quiserem. Além, é claro, de um “banheirinho” próprio, com tapetes higiênicos ou caixas de areia.

Aproveite para deixar brinquedinhos e objetos de recreação para que eles brinquem e se distraiam. Em alguns casos, não é preciso nem comprar, já que o próprio bichinho adota algum objeto inesperado para brincar. Um exemplo é a garrafa pet, tão adorada por cães.

5. Busque a ajuda de um profissional

Caso o seu bichinho tenha um temperamento muito difícil de domar ou simplesmente se recusa a fazer as necessidades no local indicado, a melhor opção é contratar um profissional para adestrá-lo.

O adestrador poderá ensinar várias atitudes bem úteis, como não latir quando a campainha tocar, no caso dos cachorros, e não arranhar o sofá, no caso dos gatos. Além do mais, o seu bichinho se comportará da forma como você espera depois de bem-educado. Essa atitude fará com que você evite dores de cabeça e tenha mais facilidade para criar animais de estimação em apartamento.

Ótimas dicas, não é mesmo? Compartilhe este post nas suas redes sociais, pois ele também será útil para os seus amigos.

Quer Receber nossas novidades?

ar