Foto: Vizinhos barulhentos: Aprenda a conviver sem problemas

Categorias: Administração do Lar,

Vizinhos barulhentos: Aprenda a conviver sem problemas

Postado por • 16 agosto 2017

Conviver em harmonia não é uma tarefa simples, mesmo que se more em bairros tranquilos e com pessoas selecionadas. Isso se torna um desafio ainda maior quando se planeja mudar de casa. É sempre uma incógnita se você encontrará vizinhos barulhentos ou agradáveis.

Música alta, crianças chorando, latido de cachorro… São muitos os fatores que podem tirar o seu sossego quando os vizinhos não colaboram. Muitas pessoas optam por medidas mais drásticas para lidar com essas situações.

Entretanto, deve-se lembrar que, como são seus vizinhos, mesmo depois de tomar essas medidas, você terá de continuar convivendo com eles. Para evitar maiores confusões e um clima ruim, existem medidas que você pode tomar para viver em harmonia com os seus vizinhos barulhentos. Confira!

Entenda a lei do silêncio

O código civil não possui nenhum artigo específico que fale sobre a lei do silêncio. O único artigo que aborda o assunto é o artigo 1277, que diz sobre o direito de fazer cessar interferências prejudiciais ao sossego.

É na Lei de Contraversão Penal, em seu artigo 42, que se aborda especificamente a questão. Entretanto, a especificidade dessa lei é legislada pelo poder municipal. Ou seja, cada cidade tem suas particularidades sobre a questão.

Em São Paulo, por exemplo, existe o Programa de Silêncio Urbano (PSIU). Entretanto, esse programa só leva em consideração o barulho produzido em estabelecimentos comerciais, industriais e em templos religiosos. Ele não pode interferir no âmbito domiciliar.

Já em outras cidades, como Salvador, Belo Horizonte e Vitória, as leis municipais se referem especificamente ao nível de barulho permitido e à faixa de horário correspondente, independentemente do local em que o ruído for produzido. Dessa forma, o argumento de que antes das 22 horas pode-se fazer qualquer barulho não possui sustentação legal.

Existem medidas que podem ser tomadas independentemente das questões de legislação.

Tente conversar para lidar com vizinhos barulhentos

O diálogo ainda continua a melhor maneira de se mediar os conflitos de forma mais harmoniosa. O cotidiano de qualquer pessoa produz ruídos, seja pelo barulho do sapato no piso, uso de eletrodomésticos ou conversas. Por isso, mais do que a legislação variável que dita sobre o assunto, o bom senso é o seu melhor parâmetro quando o assunto é lidar com os seus vizinhos barulhentos.

Caso o barulho seja realmente incômodo e frequente, vá até o seu vizinho e, de maneira tranquila, explique sobre o seu incômodo. Quando se tem o objetivo de entrar em um consenso para a resolução de uma circunstância infeliz, a sobriedade geralmente prevalece nessa resolução.

Opte por portas e janelas antirruído

Um opção utilizada pelas melhores construtoras são as portas e as janelas antirruídos. Elas possuem uma tecnologia que veda a passagem do som. Assim, você não se sentirá incomodado por seus vizinhos e diminuirá a sua preocupação com possíveis ruídos que possa produzir.

A madeira das portas e janelas com vedação são preenchidas com lã de rocha e lâminas de chumbo; em outros modelos, são utilizados alumínios e vidros reforçados.

Utilize drywall

As paredes também podem ajudar na hora do isolamento acústico. Existe hoje no mercado a opção drywall, composta por aço galvanizado e gesso acartonado.

Existe ar entre essas placas, que funcionam como uma barreira para a propagação do som. Elas ainda podem ser incrementadas com mais chapas de gesso, vidro reforçado ou lã mineral. Esses adicionais também ajudarão no isolamento acústico.

Invista em mantas acústicas

Um dos problemas mais comuns e mais difíceis de resolver são os ruídos ocasionados quando se arrasta um móvel, quando um objeto cai no chão ou o simples barulho que se produz ao caminhar.

As mantas acústicas são utilizadas justamente para diminuir o barulho produzido entre os andares. Existem alguns materiais que podem ser utilizados para os diferentes tipos de piso, como, por exemplo, cortiça com poliuretano e pneu reciclado.

Vizinhos barulhentos podem ser uma dor de cabeça. Esse é um problema que afeta a todos e muitos não sabem muito bem o que fazer. Uma dica final: na hora de escolher o seu novo lar, dê preferência por imóveis amplos e espaçosos. Que tal conhecer o Horizontes em Arujá?

Agora que você já se informou sobre medidas eficazes e harmônicas para lidar com esse assunto, compartilhe em suas redes sociais essas preciosas dicas!

Quer Receber nossas novidades?

ar