Foto: Facilidades de manutenção domiciliar em apartamentos

Categorias: Administração do Lar,

Facilidades de manutenção domiciliar em apartamentos

Postado por • 14 março 2018

Toda residência possui as suas necessidades de manutenção. Porém, alguns tipos de imóveis possuem mais demandas que outros. Casas e apartamentos apresentam diferenças entre si e depende, mas um deles traz mais facilidades de manutenção.

Quando você mora em casa, por exemplo, os gastos ficam todos por sua conta, seja para consertar os problemas internos ou externos. Você gasta não só dinheiro, mas também gasta tempo para cuidar de tarefas como o jardim, a piscina, hortas etc., a menos que contrate alguém para realizar essas tarefas.

Enquanto isso, quem mora em apartamentos já não tem tanta preocupação. A conta dos gastos com a área externa (comum) é dividida entre os moradores através de rateios em taxas do condomínio, diminuindo os custos. Além disso, já existem funcionários responsáveis pelas tarefas diárias, proporcionando facilidades de manutenção.

O que fica por conta do proprietário são os custos com a manutenção interna, como vazamentos e problemas de encanamento. Porém, se você souber escolher o seu imóvel com sabedoria, tampouco precisará se preocupar com essas questões pela qualidade da residência, reduzindo os problemas a ocasiões mais raras.

Que tal conhecer algumas facilidades de manutenção que um apartamento pode te oferecer? Confira a seguir!

1 – Área de lazer

Casas possuem área de lazer mais reduzida, quando possuem. Nos apartamentos, o morador pode aproveitar mais espaços e nem precisa se preocupar com a manutenção: o próprio condomínio se responsabiliza pelos cuidados.

A piscina, por exemplo, exige uma limpeza frequente, evitando acúmulo de sujeira na água e aqueles insetos mortos. Além disso, é necessário aplicar cloro esporadicamente. Há funcionários prontos para executar essas tarefas nos condomínios, enquanto você pode usufruir sem ônus dos espaços.

2 – Caixa d’água

Quem mora em apartamentos tem mais essa facilidade de manutenção. A caixa d’água também é de responsabilidade da administradora do condomínio, que deverá resolver qualquer problema. O valor, no entanto, pode ser cobrado no condomínio, dividido entre os moradores.

3 – Encanamentos e esgoto

Os encanamentos da área externa, assim como o esgoto, seguem o mesmo padrão da caixa d’água: responsabilidade da administradora com rateio entre os moradores. Porém, se estiverem no apartamento, o morador é quem deverá se preocupar com o conserto.

4 – Jardim e horta

Quem tem jardim e horta em uma casa precisa cuidar por conta desses ambientes. Já quem mora em apartamento, pode deixar por conta da administradora se o prédio contar com esses espaços. Porém, se você quiser montar jardins ou hortas na sua varanda, deverá ter paciência para cuidar para que as plantas não morram.

5 – Pinturas, janelas e fachadas

Quando há a necessidade de se livrar de fachadas degradadas, quem se responsabiliza nos condomínios é a própria administradora, que deve contratar a mão de obra e providenciar a renovação.  Já em casas, o proprietário é quem precisa arcar com custos e disponibilizar tempo para providenciar tudo.

Com as janelas, já funciona em dinâmica parecida: em ambos os tipos de empreendimento, o proprietário se responsabiliza pelo conserto. Pode acontecer de o condomínio exigir a troca das estruturas da janela, sendo também por conta do dono.

Entre vantagens e desvantagens, fica claro que os apartamentos possuem mais facilidades de manutenção. Mas, se você ainda está em dúvidas de que tipo de moradia é melhor para você, que tal conferir o nosso infográfico “Comprar apartamento novo
ou usado?” para decidir?

Quer Receber nossas novidades?

ar