Foto: Segurança em condomínios: fique por dentro das últimas tecnologias

Categorias: Empreendimento, Investimento, Mercado Imobiliário, Negócios, Pindamonhangaba,

Segurança em condomínios: fique por dentro das últimas tecnologias

Postado por • 27 setembro 2017

Especialistas alertam que os índices de criminalidade não param de subir em todo o país. Se por um lado sabemos que a questão da segurança pública deve ser administrada pelas autoridades competentes, por outro, sentimos que não podemos ficar de braços cruzados. É dentro dessa lógica que a segurança em condomínios residenciais tem ganhado força com o uso de tecnologia.

Confira a seguir as tecnologias que são mais utilizadas na segurança em condomínios!

Passa Volumes

Uma das táticas comumente adotadas por criminosos para assaltar condomínios residenciais é a utilização de uniformes roubados ou forjados de carteiros e entregadores. Por isso, entregadores e prestadores de serviço em geral não devem ser autorizados a entrar no edifício a não ser em casos de estrita necessidade.

Em todas as outras situações, a instalação de um passa volumes deve dar conta do recado. Em vez de interfonar para o morador autorizar a subida do entregador, o porteiro deve informar a chegada do responsável pela entrega e aguardar a presença do residente na portaria.

Biometria

Outro item de segurança em condomínios que pode ajudar a controlar a entrada de terceiros é uma catraca que utilize a tecnologia da biometria. Assim, moradores e visitantes podem ser cadastrados em um sistema de computador e o acesso é liberado a partir da leitura da impressão digital pelo equipamento.

Portas

O critério da segurança também deve ser levado em consideração quando escolhemos as portas que dão acesso ao edifício. Pode parecer apenas um detalhe, mas faz toda a diferença em uma situação de emergência e até mesmo na prevenção a episódios de violência.

Se houver disponibilidade de recursos, a opção mais segura é que as portas sejam blindadas. Também é ideal que elas estejam espelhadas, a fim de que o criminoso não consiga monitorar a movimentação que ocorre no interior do prédio, dificultando uma eventual investida.

CFTV

O circuito fechado de televisão consiste na transmissão de imagens captadas por câmeras instaladas em locais de uso comum do condomínio, como portaria, elevador e garagem. Essas gravações podem ser transmitidas para uma central e acompanhadas pelo funcionário do condomínio responsável pela segurança.

Uma alternativa é disponibilizar essas imagens para os moradores, integrando a transmissão no cabeamento do prédio.

Monitoramento 24 horas e proteção perimetral

O monitoramento 24 horas consiste na contratação de uma empresa especializada que instalará no prédio um sistema de alarmes com botão silencioso de pânico. Assim, se portas ou janelas de acesso ao edifício forem arrombadas ou se o porteiro ou vigia ativar manualmente o botão de emergência, a empresa de segurança é alertada.

A partir desse momento, a empresa liga para o condomínio e pede uma senha. Se não houver resposta, liga para a polícia enviar uma viatura ao local.

Cercas elétricas

As cercas elétricas geralmente são acionadas com uma corrente baixa que não tem capacidade de ferir gravemente e servem mais como um aviso. Trata-se de mais um obstáculo para desestimular que criminosos pulem o muro do prédio.

As cercas elétricas podem ser integradas a um sistema de proteção perimetral para evitar que criminosos cortem o cabo de tensão com alicates e entrem despercebidos.

Por fim, é bom destacar que é muito importante trabalhar com tecnologia de ponta quando o assunto é segurança em condomínios. No entanto, isso não adianta de muita coisa se os funcionários do prédio não estiverem capacitados para tirar o melhor proveito deles. Além disso, não podemos desprezar o básico: uma boa iluminação utilizando modernas lâmpadas de LED reforça bastante a segurança — além de gerar economia.

Na hora de investir no seu imóvel, procure uma opção que conte com uma segurança reforçada. Apartamentos de alto padrão estão sempre preparados para situações de emergência. No Maximus Residence, por exemplo, você conta com esse e muitos outros confortos. Conheça a infraestrutura do Maximus!

Quer Receber nossas novidades?

ar