Foto: Seguro habitacional deve ser solicitado no financiamento?

Categorias: Finanças, Investimento, Mercado Imobiliário, Negócios,

Seguro habitacional deve ser solicitado no financiamento?

Postado por • 17 novembro 2017

Na hora de investir no seu imóvel, você se depara com várias possibilidades de seguro residencial e uma questão: “Eu preciso contratar esses seguros?”. A resposta para essa pergunta é não… E sim! Na verdade, o seguro residencial não é obrigatório, mas há especificamente dois tipos que necessariamente devem ser contratados. Na verdade, aqui trata-se de seguro habitacional e há uma diferença importante entre os dois termos.

Tanto o seguro residencial como o seguro habitacional possuem cobertura para danos físicos contra a propriedade. Só que a semelhança fica só nesse aspecto: enquanto o primeiro age contra acidentes domésticos a terceiros dentro do imóvel e ajuda a proteger os pertences do ambiente, o seguro habitacional se trata de uma garantia para o crédito imobiliário.

Isso quer dizer que ele deve ser ativado durante o financiamento para certificar que o imóvel será quitado. Isso acontece para que haja a quitação da dívida em casos de morte ou invalidez permanente, sem que o imóvel precise ser tomado. Somente após a finalização do pagamento das parcelas é que esse seguro não será mais necessário.

Referente aos danos físicos do imóvel, a cobertura vale para incêndios, raios, desmoronamentos, inundação, alagamento, explosões e destelhamento, seja perda total ou parcial. Nesse caso, quem se beneficia é o mutuário.

Quais são os seguros habitacionais contratados?

O seguro habitacional é composto por dois itens: MIP (morte e invalidez permanente) e DFI (danos físicos ao imóvel).

São especificamente os itens referentes à cobertura do seguro. No DFI, o valor restituído é referente ao prejuízo que precisa ser reposto. No caso do MIP, caso haja mais de um mutuário no contrato, o valor coberto será correspondente à porcentagem de renda da pessoa afetada.

Uma informação extra: o seguro habitacional não é obrigatório sempre, mas deve ser contratado assim mesmo em um financiamento. Isso acontece porque os bancos não se arriscam a disponibilizar financiamentos sem seguros, devido à natureza demorada da operação.

Quais os valores do seguro habitacional?

Não existe um valor fixado de tabela para o seguro habitacional, sendo taxado de acordo com o banco em questão. Porém, a média fica entre 1% e 4% do valor da parcela. Outra informação relevante é que há um reajuste anual, tanto no MIP quanto no DFI.

Ao levar em conta o acréscimo do seguro habitacional no financiamento, deve-se ressaltar que o valor total sobe consideravelmente, exigindo atenção do investidor na hora de contratar a instituição financeira para economizar de acordo com a taxa.

Fique atento também aos valores remanescentes. Conforme o saldo devedor diminui com o pagamento das parcelas, os bancos podem disponibilizar descontos no seguro habitacional.

Agora que você já sabe como funcionam os seguros, que tal checar os imóveis da Eko Construtora e investir no seu imóvel em Arujá?

Quer Receber nossas novidades?

ar